sexta-feira, 18 de julho de 2014

The Purgue - Uma noite onde tudo é permitido


Quando o governo norte-americano constata que suas prisões estão muito lotadas para receberem detentos, uma nova lei é criada, permitindo todas as atividades ilegais perante às leis (inclusive assassinato) durante doze horas. Este período é conhecido como "o expurgo", e é marcado por milhares de linchamentos, assassinatos e outros atos de pura violência por todo o país. O intuito de tal lei, segundo o governo, é permitir que todos os cidadãos liberem seus impulsos violentos, algo da natureza humana, garantindo a paz nos outros dias do ano.

 

 No contexto do primeiro filme, vive a família de James Sandin, um vendedor de sistemas de segurança que o dão bastante lucro graças ao expurgo. Porém, na noite em que o evento ocorre, o filho de James em um ato de solidariedade, aceita abrigar um fugitivo desesperado que pede ajuda em frente a casa. Fazendo isso, o garoto coloca a família inteira em perigo, pois logo surge um grupo de psicopatas que prometem invadir a casa, caso não entreguem o fugitivo.

The Purgue é um daqueles filmes que prende quem assiste graças a sua temática interessante e inovadora, e particularmente é um ótimo filme, repleto de suspense e ação, porém o final do mesmo não me agradou, pois tudo se mantém em um perfeito equilíbrio durante o filme inteiro, mas não posso dizer o mesmo do final, que em minha opinião deixou um pouco a desejar.

O primeiro filme ganhou uma sequência, que estréia hoje (18 de julho de 2014) nos cinemas dos EUA, a mesma ganhou o título de The Purgue: Anarchy.

The Purgue, Anarquia, Uma noite de crime

O enredo se passa em outra noite de expurgo, onde um casal (Shane e Liz) estão voltando para casa com seus filhos, quando ficam sem gasolina em meio a uma rua deserta de Los Angeles. Minutos depois, a maravilhosa noite começa, e eles terão que fugir de motoqueiros psicopatas, que os perseguem. Enquanto isso, outro personagem sai pelas ruas para se vingar do homem que assassinou seu filho, e uma outra mulher com sua filha, todos foram assassinados em suas residências devido a um assalto planejado. Os personagens vão se encontrando à medida que tentam sobreviver a essa noite macabra.

Tenho quase certeza que esse filme possa superar o primeiro em vários termos. Primeiramente pois o primeiro filme se passou em apenas um cenário pequeno, a casa de James, o que limitou bastante ações maiores. Também o fato de focar em apenas um acontecimento, o que pode ser entediante ao longo do filme. Pelo contrário, essa sequência trás como cenário as ruas, onde a maioria dos crimes acontecem. Assim, o ambiente será muito maior, proporcionando mais cenas de perseguições e muita violência, sem falar que o mesmo trará duas histórias paralelas, onde em determinado ponto do filme, os personagens se encontrarão.

(Algo que eu não poderia deixar de ressaltar, são as alterações que nosso país faz nos filmes internacionais, como por exemplo, The Purgue ficou conhecido aqui como Uma Noite de Crime, um grande equívoco, já que por lei, todos os crimes realizados no filme são permitidos em tal noite, assim, não podendo ser considerado crimes. Sem falar na modificação brusca no sentido do título. The Purge, sendo traduzido ao pé da letra, seria algo como O Expurgo, algo que tem tudo a ver com o filme, ao contrário do título na versão brasileira).

Não tenho muito o que falar dessa sequência, pois ainda não vi a mesma (já que está estreando hoje), porém espero que consiga manter o mesmo ritmo do primeiro (talvez até melhor), e o final, não deixe a desejar. Fiquem com o trailer.


(Atualização: Só vi a sequência dois anos depois de seu lançamento, em 2016, porém não foi em vão, a trama se expandiu como o esperado tornando-se bem mais envolvente e trazendo mais ação e suspense que o primeiro, o roteiro trás duas histórias paralelas nos mesmo filme que em um certo momento do enredo, acabam por se encontrar e se ajudar, sem falar da "tropa subversiva" que prega a anarquia através da internet e na noite de expurgo, saindo para retaliar o sistema pelo mal que causam aos menos favorecidos durante àquela noite. Essa sequência se mostra bem mais envolvente). 


The Purgue: Election Year é o título do terceiro filme da franquia, lançado em julho de 2016, nesse longa a infame noite de expurgo completa exatos vinte anos, o enredo se passa em um ano de eleição mostrando uma candidata da oposição política que está realizando uma campanha (com o apoio dos menos favorecidos) pedindo o fim da noite de expurgo.

The Purge: Election Year, 12 horas para sobreviver: o ano da eleição

Porém o governo formado pelos "Novos Pais Fundadores da América" não está afim de acabar com a tal famigerada noite, para provar que não há nenhuma elite privilegiada pela noite de expurgo, é decidido que não haverá mais imunidade para os políticos durante essas 12 horas, o que deixa a senadora da oposição exposta aos ataques.

É deixado bem claro nesse filme (assim como aconteceu em "Anarquia") os reais objetivos por trás da noite de expurgo, que seria o extermínio das "classes inferiores", afinal esses não tem como se proteger da mesma maneira que a elite que organiza tal evento, podemos ver inúmeras críticas, algumas bastante diretas, já outra um pouco ocultas.

Achei essa versão bem parecida com a anterior, de certo modo uma continuação já que personagens anteriores voltam a aparecer (sem spoilers), o enredo aqui é semelhante ao de "Anarquia", porém com uma nova proposta, mais bem trabalhada. Em minha opinião, comparado aos dois filmes anteriores considero esse o melhor, pelo fato de expor a real motivação por trás do "expurgo" e retirar a imunidade política que antes havia, gerando um caos bem maior e colocando os personagens frente a frente com seus próprios demônios.


É explícita a crítica social abordada aqui, referente a "luta de classes".



Na sequência temos The First Purgue como o quarto filme da franquia, vindo a ser lançado em julho de 2018, e ficando conhecido no Brasil como: "A Primeira Noite de Crime", ainda não assisti o longa, mas quando o fizer voltarei aqui para expor minha opinião. Deixarei abaixo a sinopse do mesmo.

The First Purgue, A Primeira Noite de Crime, O Renascer de uma Nação

"Para empurrar a taxa de criminalidade abaixo de um por cento para o resto do ano, os Novos Pais Fundadores da América (NFFA) testam uma teoria sociológica que expulsa a agressão por uma noite em uma comunidade isolada. Mas quando a violência dos opressores atinge a raiva dos marginalizados, o contágio explodirá das fronteiras da cidade-teste e se espalhará pela nação."


Daqui a pouco irei assistir a obra e voltarei para dizer o que achei, com base nos três primeiros filmes, creio que esse último não deixará a desejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse sua opinião, ela é bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...