Criança de 3 anos recorda vida anterior e identifica seu assassino


Em uma região do Golan Heights, perto da fronteira com a Síria e Israel, um menino com 3 anos de idade disse ter sido morto por uma machadada na cabeça em sua vida passada.

Este menino tinha uma marca vermelha na testa quando nasceu e os drusos, religião local, acreditam que marcas de nascença estão relacionadas com as mortes de vidas passadas. Logo aos 3 anos de idade, quando o menino começou a falar, ele disse à sua família que ele tinha sido morto por um golpe de machado em sua cabeça.

Mas o surpreendente não foram só as suas palavras, ele também foi capaz de mostrar aos anciões da aldeia o local exato aonde o assassino enterrou o seu corpo. Após uma investigação no local indicado por ele, eles encontraram o esqueleto de um homem e também a arma do crime, um machado.



Naquela aldeia existe o costume dos anciãos levarem as crianças na idade de 3 anos a casa da sua antiga vida, caso eles se lembrem dela. Mas ao contrário dos outros, este menino já sabia qual era a vila onde ele estava e também para que estava lá. Quando chegaram na aldeia, o jovem também se lembrou do nome que ele tinha em sua vida passada.

A aldeia local disse que o homem tinha desaparecido quatro anos atrás. Sua família e amigos pensaram que ele tinha se perdido no território hostil próximo, como às vezes acontece com as outras pessoas.

A criança também lembrou do nome completo do seu assassino. Quando este homem o encarou seu rosto ficou pálido, porém ele não queria admitir seu suposto assassinato. O menino então disse que poderia levar os idosos para onde estava enterrado seu corpo.


No mesmo local, eles encontraram o esqueleto de um homem com um ferimento na cabeça que correspondia também com a sua marca de nascença. Dada esta evidência, o assassino confessou o crime.

Em seu livro, “Children Who Have Lived Before: Reincarnation today“, o terapeuta alemão Trutz Hardo conta a história desta criança, juntamente com outras histórias de crianças que parecem se lembrar da sua vida passada com precisões verificadas.


Adaptado por David Alves Mendes de Minilua

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas