domingo, 29 de dezembro de 2019

11 de Setembro: O que realmente aconteceu? - Parte I

Teoria da conspiração de 11 de Setembro, o atentado às torres gêmeas (World Trade Center).

Confira a segunda parte deste artigo clicando no link abaixo: 

11 DE SETEMBRO: O QUE REALMENTE ACONTECEU? - PARTE II
_________________________________________________________________________

Esse é o terceiro post consecutivo que realizo envolvendo teoria da conspiração, termo esse que considero bastante pejorativo por motivos que citei em meu perfil no facebook (que criei apenas divulgar meu trabalho por aqui), para ler minha dissertação acerca do assunto, clique aqui.

Sempre gostei de pesquisar sobre esse tipo de assunto, teorias da conspiração, assassinos em série, parapsicologia, estados alterados de consciência, enfim, uma vastidão de coisas que fogem do senso comum. 

Um desses assuntos que me intriga bastante é o atentado às torres gêmeas de 11 de Setembro de 2001, há inúmeras evidências que demonstram que tal "atentado" não passou de uma farsa, tenho minhas teorias pessoais, porém o que não falta é conteúdo a respeito disso pela internet.

Portanto apenas adaptarei artigos já existentes sobre o assunto que sustentam tal teoria, e a razões por trás de tal farsa, mais para frente, reunindo tais informações, irei compilá-las em um só post e acrescentar meus pontos de vista, então, confiram.

“O que realmente aconteceu em 11 de setembro de 2011”?

A seta na foto abaixo à seguir aponta para a fumaça de uma “detonação” de explosão que é comumente visto em demolições controladas. Alguns dos “estilhaços” vistos (os únicos objetos sólidos que não pulverizaram em pó) são, na verdade, pedaços de vigas de aço da estrutura que estavam sendo explodidas para cima e lateralmente. 

Os restos dessas vigas de aço muito bem-seccionadas pela explosão controlada logo foram transportadas para longe e enviados para a China, sob comando do prefeito de Nova York Rudy Giuliani – uma ordem que constitui perturbação da cena do crime – no que foi um crime federal cometido.

Teoria da conspiração de 11 de Setembro, o atentado às torres gêmeas (World Trade Center).

Acabei de receber a programação mensal mais recente da PBS (Public Broadcasting System) para setembro e descobri que o mais novo documentário da PBS, intitulado “9/11: Inside the Pentagon” será transmitido e re-transmitido o programa num total de 8 vezes durante a semana circundante ao dia 11 de setembro!

Eu tentei, mas não fui capaz de ver o documentário online na íntegra, mas o trailer foi de ficar sem fôlego, o testemunho em vídeo fez cair lágrimas de vários dos funcionários do Pentágono que sobreviveram ao “acidente” do Voo 77.

No entanto, os investigadores e os verdadeiros repórteres investigativos sabem há muito tempo que não foi nenhum avião do voo 77 que atingiu o Pentágono naquele dia, uma vez que os danos às várias paredes do Pentágono só poderiam ter sido feitos por um avião muito menor, ou um míssil (ou talvez um drone Global Hawk de $ 222 milhões da USAF). 

Também nunca houve nenhuma evidência de detritos derivados da secção do corpo de alumínio, das asas e da cauda de um enorme Boeing 757, do voo 77, que pesa 100 toneladas.

A única chamada evidência para o voo 77 atingindo o Pentágono foi a que o Departamento de Defesa dos EUA, eventualmente apresentou que eram cinco imagens ridiculamente pouco convincentes produzidas e, obviamente, manipuladas digitalmente que supostamente mostravam um avião em um quadro e explosões com fogo em três outros quadros. 

(Para obter informações sobre o crime e encobrimento no “ataque” ao Pentágono e uma detalhada exposição do infame caso, obviamente com imagens estáticas que, curiosamente, foram datados em 12/9/01, às 17:37, em vez de 11/09/01, 09:37, o tempo real da colisão, clique aqui, o site está em inglês, porém se não domina o idioma, pode usar o tradutor automático).

Teoria da conspiração de 11 de Setembro, o atentado às torres gêmeas (World Trade Center).

Alguém consegue identificar algum pedaço de um 
enorme avião Boeing 757 entre os destroços?


E, claro, não havia nenhum destroço de um avião pesando 100 toneladas por aí fora das paredes de concreto reforçado do Pentágono. Não há turbinas enormes à jato feitos de indestrutível titânio, nem bagagem, sem assentos de passageiros, nem caixa preta indestrutível e não há partes de nenhum corpo de passageiros que sempre preenchem o palco de acidentes aéreos com passageiros como vítimas.



Se você não sentiu o cheiro de ratos até agora, você não está prestando atenção. Não espere que a PBS vá levantar quaisquer questões desconfortáveis sobre “atentado” de onze de setembro de 2001 em seu documentário.

Infelizmente, a NPR, MPR e WPR – geralmente minhas respeitadas estações de rádio regionais (que regularmente me pedem dinheiro) – resolutamente tem se recusado a entrevistar qualquer um da multidão de cientistas, pesquisadores, estudiosos e autores que têm acumulado montanhas de evidências forenses de que o “atentado” de 11/09 às torres gêmeas em N. York foi uma operação criminosa de bandeira (False Flag Attack) falsa. Todas as evidências apontam para que tudo tenha sido um trabalho interno.

Os fatos, demonstráveis e indesejáveis que documentam as conspirações e encobrimentos subsequentes (que são as teorias da conspiração) sobre o que realmente aconteceu em 11/09/2001 é, obviamente, um assunto tabu que a grande mídia tem pavor de discutir, mesmo entre os muitos jornalistas investigativos supostamente confiáveis que estão nas equipes dessas estações. Eles aparentemente receberam ordens de cima para censurar a verdade, têm medo de perder seus empregos e/ou por algum outro motivo não podem lidar com a verdade.

Da mesma forma, o PBS geralmente parece manter sutilmente desinformação para os seus telespectadores com vários documentários Frontline tendenciosos que, citando apenas um exemplo, tem promovido a alegada segurança e eficácia de medicamentos tóxicos da indústria farmacêutica Big Pharma sobre vacinas infantis neurotóxicas e indutores de autoimunidade do sistema Big Pharma produtor de vacinas. Ele também continuou aceitando o patrocínio da NOVA  de David Koch e depois esmagando uma exposição das agendas nefastas dos irmãos de Koch.

O PBS nunca exibiu qualquer um das multidões de poderosos e irrefutáveis documentários de verdade sobre o “atentado” de 11/09/2001 que já estão lançados (veja uma lista dos meus melhores mais abaixo). E agora, com o documentário do ataque ao Pentágono em 11/09/2001, o PBS produziu o que se parece com mais uma cortina de fumaça e que certamente irá fazer os telespectadores do PBS com mais discernimento olharem para o outro lado e desligar a TV.

Mas os leitores devem ser lembrados sobre o fato de que aqueles que voluntária e conscientemente encobriram crimes são eles próprios culpados de conduta criminosa, e eles podem ser processados. A maioria das pessoas consideraram os acontecimentos terríveis de 11/09/2001 como o crime do século; por isso aqueles que, conscientemente encobriram esses crimes são tecnicamente culpados de crimes eles mesmos. Se esse padrão se aplica a editores e editoras (e aos seus repórteres) dos meios de comunicação de TV, rádio e imprensa que nos informam (ou desinformam) com mentiras? 

Eu também acho que sim.



AGENTE DA CIA CONFESSA NO LEITO DE MORTE:
"NÓS (A CIA) EXPLODIMOS O WORLD TRADE CENTER

E, apesar de sua suposta reputação de combate ao crime, o FBI colaborou no acobertamento do crime no “ataque” ao Pentágono por quase instantaneamente confiscar todas as imagens das câmeras de vigilância privadas de vídeo de TODAS as empresas nas proximidades. E o Pentágono nunca lançou a evidência de que teria provado ou refutado o que muitas testemunhas oculares observaram: que nenhum jato comercial atingiu o Pentágono em 11/09/2001. (Se os vídeos realmente demonstravam um enorme avião de passageiros acertando o Pentágono, a administração Bush/Cheney, certamente teria ostentado todos esses vídeos).

Teoria da conspiração de 11 de Setembro, o atentado às torres gêmeas (World Trade Center).

Simulação de um avião BOEING 757, de cem toneladas e o buraco causado na parede do Pentágono, demonstrando que o estrago seria consideravelmente maior. Não foi encontrado NENHUM DESTROÇO que pudesse ser identificado como sendo do voo 77.

Assim, o encobrimento do Crime do Século (uma ofensa global) continua acontecendo, e o PBS e a NPR (e todas as outras empresas de mídia corporativa controladas que se pode pensar) poderiam ser processadas por suas mentiras e ajuda no encobrimento por causa das suas decisões de reter informações vitais e mentir ao público e aos contribuintes norte-americanos.

Mas o que me incomoda mais é que a maioria dos adultos jovens após quinze anos (que eram crianças ou ingênuos adolescentes em 2001) do fato ter acontecido poderão nunca ter a oportunidade de ver as evidências que condenam o seu próprio governo, os seus próprios políticos, o seu próprio FBI, a sua própria CIA, o próprio DoD, enfim TODO O ESTABLISHMENT e o GOVERNO no crime do século e no seu encobrimento. 

O que é necessário é a transparência total.


E assim uma proporção considerável de uma nova geração de americanos cresceu manipulada e não sabe que a agenda de guerra perpétua dos controladores (ocultos) de sua nação, os militares e o establisment econômico causam a diabólica desestabilização de nações mais fracas em todo o mundo, criando guerras e invadindo países em nome de um combate ao “TERRORISMO”, isso é realmente compreensível se percebermos que o que realmente aconteceu em 11/09/2001 foi uma completa lavagem cerebral.

 Assim o Falso ataque de 11/09/2001 foi a justificação para estupidamente:

1. Invadir o Afeganistão e declarar guerra ao Iraque;

2. Implantar o estilo GESTAPO no DHS-Departamento de Segurança Interna;

3. Criando assim o Estado de Vigilância atual, sendo que ambos têm eviscerado e desprezado a Constituição. Sem os eventos orquestrados de 11/09/2001, a...

4. ...decretação do controverso Patriot Act, assim como todos os demais decretos e atos da National Defense Authorization Act desde então, e ao perpétuo...


5. ...estado de guerra contra países “terroristas”, produzindo cada vez mais conflitos numa “Guerra ao Terror” que não é realidade.


Sem vir à luz a verdade sobre o atentado de 11/09/2001, nem a credibilidade do país, nem o planeta pode ser pacificado. A poderosa propaganda e a grande mentira perpetrada pelos veículos de informação controlados dos EUA tem justificado nas mentes da maioria dos cidadãos a administração corrupta de Bush/Cheney, afirmando que os “ataques” foram orquestrados por Osama bin Laden, e não pelos senhores da guerra (warmongers) de nosso próprio sistema de capitalismo clientelista.


As provas para as afirmações acima são esmagadoras e estão facilmente disponível para confirmação para qualquer pessoa com acesso à Internet e a capacidade de superar o seu patriotismo cego, sua ignorância, dissonância cognitiva e sua vontade de procurar com coragem pela verdade. Os meus colegas na comunidade 9/11Truth esperam apenas por uma avaliação honesta dos fatos até aqui apurados e que os leitores vão começar a ler entre as linhas e começar a pensar criticamente.


Tradução, edição e imagens: Thoth3126 | Referências: Global Research
Texto por Dr. Gary G. Kohls | Adaptado por: Dayana Bathory


CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse sua opinião, ela é bem vinda!