segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Descobertos mais de 50 sarcófagos com cerca 2.500 anos enterrados no Egito

               Sarcófagos descobertos no Egito em 2020

 Foi divulgado neste sábado a descoberta de 59 sarcófagos do Antigo Egito com 2.500 anos, veja todas as informações sobre a descoberta na íntegra.


Foto: Mohamed Abd El Ghany | Edição: @BlogMortalha


 Foi divulgado neste sábado (03/10) a descoberta de mais de 50 sarcófagos - intactos - do Antigo Egito, a divulgação foi realizada pelo Ministério do Turismo e de Antiguidades do Egito.

Vale ressaltar que a revelação do achado histórico foi anunciado semanas atrás, porém após a perícia de arqueólogos acerca dos caixões, finalmente temos um comunicado oficial.

Em síntese, tratam-se de 59 sarcófagos de madeira intactos, os estudos evidenciaram que os artefatos possuem cerca de 2.500 anos.


Os sarcófagos foram encontrados dentro de 3 poços - com até 12 metros de profundidade - localizados no Cairo, mais especificamente Saqqara, um lugar  importante da história do Antigo Egito.


“Estamos muito felizes com esta descoberta”, declarou o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Mostafa Waziri.


Primeiro foram descobertos 13 caixões, nas semanas anteriores, para posteriormente serem descobertos outros, o que evidencia a possibilidade de haver mais sarcófagos enterrados naquela região, como ressaltou Khaled al-Anani, ministro de Turismo e Antiguidades, enfatizando:


“Então, hoje não é o fim da descoberta, 

eu considero o início de uma grande descoberta”



OUTRAS DESCOBERTAS IMPORTANTES

Exposição de sarcófagos descobertos no Egito enterrados no sítio arqueológico de Saqqara

 Foto: Mahmoud Khaled | Edição: @BlogMortalha


Além dos sarcófagos foram descobertos outros objetos, como dezenas de estátuas, uma delas representando Nefertem, antigo deus do sol, cujo símbolo era a "universal" flor de lótus, presente em diversas culturas.

A exposição foi realizada no sítio arqueológico de Saqqara, e contou com a presença tanto de estudiosos, quanto de funcionários e jornalistas.


Os estudos evidenciaram que os sarcófagos podem pertencer a sacerdotes, possivelmente personas proeminentes na antiga sociedade egípcia, afirmou Anani, algo próximo à 26° dinastia.


CONCLUSÃO

Essas são as informações divulgadas até o momento, nas semanas posteriores, com os estudos sendo realizados nesse momento, é bem provável que sejam divulgados mais detalhes acerca dessas importantes descobertas.


Os caixões serão levados para o Grande Museu Egípcio, localizado no planalto de Gizé, o mesmo ainda não está em funcionamento e teve alguns problemas que impediram sua inauguração, que está prevista para 2021.


O museu abrigará uma diversidade de artefatos da história do Egito, da era pré-dinástica até o período greco-romano, o que será uma rica fonte para estudiosos e entusiastas do Antigo Egito.


Por fim, veja as fotos dos sarcófagos tiradas na exposição realizada sítio arqueológico de Saqqara, basta acessar o artigo abaixo:

Fotografias da exposição dos sarcófagos egípcios de 2.500 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse sua opinião, ela é bem vinda!